Confederação Portuguesa das Colectividades

  • Recebemos o Secretário de Estado de Estado da Juventude e do Desporto

  • O CNAP entregou proposta de alteração ao OE2017

  • Lançamento "Análise Associativa nº 3"

  • Apresentação do Conselho Nacional do Associativo Popular

  • Apresentação do Livro do Congresso Nacional das Colectividades, Associações e Clubes

Estudos e Publicações

Formação e Qualificação

Projectos Nacionais

  • Projectos Nacionais
  • Projectos Nacionais
  • Projectos Nacionais
  • Projectos Nacionais
  • Projectos Nacionais
  • Projectos Nacionais
  • Projectos Nacionais
  • Projectos Nacionais
  • Projectos Nacionais
  • Projectos Nacionais
  • Projectos Nacionais

Galeria de Imagens

Conselho fiscal

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

 

 

Comunicação da Presidente

 

O movimento associativo atravessa um tempo de imensos constrangimentos desde há alguns anos a esta parte, sem que sejam notórios sinais de recuperação. As sucessivas crises de natureza política e económica têm tido um gravoso impacto na vida das Colectividades, posto que a par das dificuldades sentidas pelas famílias portuguesas, as entidades que têm a responsabilidade legal de apoiar este tipo de organizações socio-culturais e desportivas tem vindo a demitir-se das suas obrigações.

Acresce a este cenário tão difícil o facto de o Estado, ao mesmo tempo que se demite de apoiar o Associativismo, vir aplicando uma política de tributação fiscal cada vez mais onerosa e complexa, e uma acção de fiscalização cada vez menos tolerante. Resulta desta situação que muitas Colectividades reduziram a sua acção social, cultural e desportiva, havendo a lamentar, inclusivamente, a extinção de muitas outras em todo o território nacional.

A Confederação, no âmbito das suas atribuições, tem vindo a desenvolver iniciativas tendentes a alterar esta situação, do mesmo modo que tem promovido inúmeras acções formativas no sentido de melhor preparar os Dirigentes Associativos para superarem estas vicissitudes, nomeadamente ao nível das boas práticas directivas.

O Conselho Fiscal, no início de mais um mandato, apela a todas as associadas, para que não deixem de assumir as suas obrigações, para com a Confederação, pois só assim a Direcção, poderá continuar com uma acção eficaz e competente.

Contamos com o Apoio de Todos!

 

A Presidente do Conselho Fiscal

Copyright © 2011 Confederação Portuguesa das Colectividades de Cultura Recreio e Desporto